sábado, 29 de setembro de 2012

Não Sei Como Dizer-te Até Breve


Não sei como dizer-te
até breve
quando os dias perderam o chão
onde permanecer

e as palavras esqueceram as tardes
de claridade
que esculpiam a maciez das aves
no meu jardim da saudade.

O céu está a mudar de cor
e o eixo
de lugar

e o rio perdeu a noção de espaço
e do movimento certo
e já não corre
leve
para o mar.

Não sei como dizer-te
até breve
nem como escalar a montanha
para voltar a ver o amanhecer
no meu olhar.

Sem comentários:

Enviar um comentário