quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Queria Ter o Tempo



Queria ter o tempo
de ser eu,
para poder ter-me
e me poder dar-te.


Para ser só uma
e não várias,
e tão outras,
em uma só.


Queria ser igual
e saber ser,
todos os dias.


Queria recusar-me,
ou aceitar-me.


Não fujo
porque eu quero
e o meu regresso
não está em mim.


Queria ficar,
mas não me pertenço.


Para quê fugir,
se me levo
sempre
comigo?…

Sem comentários:

Enviar um comentário