segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Porta Fechada


Os teus passos
fecharam a porta
queimo o silêncio
da noite
arde o amor
no gelo que dói

como dizer-te
da chuva noturna
que me seca
no rosto
as raízes dos girassóis...

Sem comentários:

Enviar um comentário